h1

Por um Triz

novembro 2, 2008

Título Original: Out of Time
Direção: Carl Franklin
Distribuidora: Europa Filmes
Estúdios: Metro-Goldwyn-Mayer / Monarch Pictures / Original Film
Site Oficial: www.outoftimemovie.com
Estréia: 05 de Março de 2004
Elenco: Denzel Washington, Sanaa Lathan, Dean Cain, Eva Mendes, Alex Carter
EUA, 2003, Suspense, 105 min

Sinopse: Matt Lee Whitlock, um respeitável chefe de polícia na pequena cidade de Banyan Key, Florida, precisa desvendar um duplo homicídio antes que ele mesmo seja considerado suspeito. Matt Lee precisa estar alguns passos à frente de sua equipe e de todos em quem confia para descobrir a verdade por trás do assassinato.

Trailer

Fotos

Denzel Washington e Eva Mendes

Denzel Washington e Eva Mendes

Denzel Washington e John Billingsley

Denzel Washington e John Billingsley

Sanaa Lathan e Denzel Washington

Sanaa Lathan e Denzel Washington

h1

Eu, Meu Irmão e Nossa Namorada

novembro 2, 2008

Título Original: Dan in Real Life
Direção: Peter Hedges
Distribuidora: Europa Filmes
Estúdios: Dan In Real Life Productions / Focus Features / Touchstone Pictures
Site Oficial: www.amorpremiado.com.br
Estréia: 31 de Outubro de 2008
Elenco: Steve Carell, Juliette Binoche, Dane Cook, Dianne Wiest, John Mahoney, Emily Blunt, Amy Ryan, Norbert Leo Butz, Alison Pill, Brittany Robertson
EUA, 2007, Comédia Romântica, 98 min

Sinopse: Comédia romântica estrelada por Steve Carrel, de “Agente 86″ e “O Virgem de 40 Anos”. Ele é Dan, pai viúvo de 3 garotas bem diferentes que, a caminho de férias com toda a família, conhece e se apaixona por Marie (Juliette Binoche), uma mulher atraente, simpática e inteligente.
Na casa de praia, cercado por seus pais, irmãos e primos, Dan descobre que Marie é a namorada de seu irmão mais jovem, Mitch (Dane Cook), o geralmente galanteador e solteirão que se diz profundamente apaixonado.
Entre brincadeiras em família e muita confusão, como fica aquela paixão à primeira vista que parecia tão certeira?

Curiosidades:
- O nome da família principal do filme é Burns, o mesmo do filme anterior dirigido por Peter Hedges, “Do Jeito Que Ela É” (2003).
– As filmagens ocorreram entre outubro e dezembro de 2006.
– O orçamento de “Eu, Meu Irmão e Nossa Namorada” foi de US$ 25 milhões.

Trailer

Fotos

Steve Carell e Juliette Binoche

Steve Carell e Juliette Binoche

Juliette Binoche e Steve Carell

Juliette Binoche e Steve Carell

Eu, Meu Irmão e Nossa Namorada

Steve Carell

Steve Carell

h1

O Roqueiro

novembro 1, 2008

DVD O Roqueiro

Título Original: The Rocker
Direção: Peter Cattaneo
Distribuidora: Fox Filmes
Site Oficial: www.oroqueiro.com.br
Estréia: 28 de Novembro de 2008
Elenco: Rainn Wilson, Christina Applegate, Josh Gad, Teddy Geiger, Emma Stone
EUA, 2008, Comédia, 102 min

Sinopse: O ROQUEIRO, vulgo Robert “Fish” Fishman, foi o baterista de uma banda de cabeludos dos anos 1980. Ele estava vivendo o sonho do rock’n’roll, até que foi expulso do grupo. Vinte anos mais tarde, o roqueiro desesperado integra a banda do sobrinho, A.D.D., finalmente retomando o posto de deus do rock que sempre acreditou merecer, enquanto leva seus companheiros de banda, muito mais jovens, na viagem de suas vidas.

Fotos

Christina Applegate e Rainn Wilson

Christina Applegate e Rainn Wilson

Emma Stone

Emma Stone

Rainn Wilson

Rainn Wilson

Teddy Geiger

Teddy Geiger

h1

Filme ‘Corpo’ por Rossana Foglia e Rubens Rewald

maio 23, 2008

Diretores do filme Corpo

O mundo em Corpo é construído por e através de Artur. É ele que nos guia, a partir de seu olhar e sua melancolia. Imergimos em sua rotina, seu imaginário. Artur olha para os corpos, vivos ou mortos. Não há morbidez no olhar. Os corpos mortos podem ser olhados por nós, assim como a maneira que os legistas lidam com eles. A vida contemporânea esconde a morte, mas ela existe, e muitos lidam com ela diariamente. Artur olha para um cadáver e elabora sua própria causa mortis.
A sala de necropsia é o espaço central desse mundo. Para construí-la, buscamos elementos mais representativos da relação sensorial de Artur com este espaço. Estão presentes o contraste entre o aço inox e o calor que se esvai dos corpos, as paredes verdes e o vermelho do sangue, a umidade como resquício de vida e o apoio de cabeça, que em uma repartição pública em São Paulo pode ser algo improvisado. As cores são predominantemente dessaturadas e frias para se criar uma representação da morte associada à precariedade, burocracia e tristeza de Artur, em contraste com o mundo de excessos da personagem Fernanda e do espírito “pop” e libertário dos anos sessenta e setenta. Fernanda rouba calcinhas em um loja descolada.
Optamos por uma decupagem precisa, que estabelece o olhar de Artur, não só em relação aos corpos, mas também na criação de um clima de vigilância e censura, através de um recurso simples: as personagens olham para a câmera. Olham para quem as observa. Artur. Ele observa, sem ser visto, por trás de copos, janelas, portas e, furtivamente, em vagões de metrô. Há um jogo constante entre o observar e o ser observado. A socióloga Teresa Prado Noth observa o banho de seu jovem amante.
Quando surgiu o projeto, a intenção era enfrentar duas experiências históricas: a contracultura e os movimentos de esquerda mais radicais experimentados durante o período da ditadura militar no Brasil. Esse período está começando a ser revisto, deixou seqüelas, apesar de ser considerado superado. A contracultura também é considerada superada, como vivência e manifestação artística. O filme trabalha com a idéia de interrupção e censura em torno desses movimentos, justapondo as idéias do passado ao presente. O “nonsense” sem ideologia da atriz Fernanda dialoga com o abandono da própria identidade da guerrilheira Teresa; os procedimentos repressores de um regime ditatorial dialogam com as dificuldades diárias que Artur enfrenta na repartição pública onde trabalha, conseqüências de um excesso de pragmatismo, eficiência, burocracia e corrupção, imposições do contemporâneo. Queremos abordar a História de uma maneira diferente, não como uma reconstituição de fatos, mas buscando os vestígios do passado no presente, resíduo ainda a ser resolvido. A Dra. Lara é acossada e interrogada no banheiro por Artur e Fernanda, numa ação inútil.
A narrativa é lacunar, pois acreditamos que o espectador pode sempre ser chamado a completar um quebra-cabeças, assumindo um papel ativo, de espectador jogador. Seja bem-vindo…

h1

Corpo

maio 23, 2008

DVD CorpoDireção e Roteiro: Rossana Foglia & Rubens Rewald
Distribuidora: Pandora Filmes
Produção: Confeitaria de Cinema & Glaz Entretenimento
Produtores Associados: Quanta & Sala 21
Produção Executiva: Paulo Boccato & Mayra Lucas
Montagem: Idê Lacreta
Fotografia: Márcio Langeani
Direção de Arte: Roberto Eiti
Som: Eduardo Santos Mendes
Música: Eduardo Queiroz
Figurinos: David Schumaker
Maquiagem de Efeitos: André Kapel
Produção de Elenco: Sung Sfai
Site Oficial: www.corpofilme.com.br
Estréia: 30 de Maio de 2008 em São Paulo e 13 de Junho no Rio de Janeiro
Elenco: Leonardo Medeiros, Rejane Arruda, Chris Couto, Louise Cardoso, Regiane Alves, Antônio Petrin, Sônia Guedes, Zecarlos Machado, Rogério Brito, Gustavo Machado, Doró Cross
BRA, 2007, (Drama, Suspense), 85 min

Sinopse: Artur é um médico legista obcecado por corpos humanos, mortos ou vivos. Mesmo trabalhando em um necrotério público, num contexto de corrupção e decadência, vai além dos diagnósticos burocráticos e faz uma profunda leitura dos corpos.
A rotina de seu trabalho é quebrada pela chegada de ossos encontrados em uma vala comum. Junto à ossada, está o corpo de uma mulher jovem, que provoca um embate no departamento: a sua supervisora, Dra. Lara, defende que o corpo é recente, sem nenhuma relação com os ossos, tidos como de vítimas do regime militar. Já Artur, pela análise do corpo, insiste que ele tem mais de 30 anos, pertence ao grupo dos ossos e que, por alguma estranha razão, se manteve preservado.
O veredito de Lara, no entanto, prevalece. E ela impõe um prazo: se o corpo não for identificado em 24 horas, será enterrado como indigente. Artur decide, então, investigar por conta própria a identidade daquele corpo. Em arquivos policiais, encontra a ficha de uma guerrilheira extremamente semelhante a ele: Teresa Prado Noth. Através do nome descoberto, Artur chega em Fernanda, filha de Teresa, que é idêntica ao corpo. No entanto, para a surpresa do legista, Fernanda diz que sua mãe está viva e propõe a ele conhecê-la. Artur aceita o convite.
Os dois empreendem uma busca caótica pela cidade em busca da mãe dela e da identificação do corpo. Paralelamente vão surgindo fragmentos da vida de Teresa. A garota morta era uma atriz de vanguarda que se transformara em guerrilheira de esquerda durante os anos 70; Helena foi a única testemunha de sua trajetória.  Uma ambigüidade se estabelece: Os fragmentos podem ser tanto reais, como criações da mente de Artur.

Festivais:
- Montreal World Film Festival 2007 – Focus on World Cinema – Première Mundial
– Festival do Rio 2007 – Mostra Novos Rumos – Première Brasileira
– Mostra Internacional de Cinema de São Paulo 2007 – Finalista pelo Voto do Público
– Palm Springs International Film Festival 2008 – Seleção Oficial
– Mostra de Cinema de Tiradentes 2008
– The Method Independent Film Festival, Los Angeles 2008 – Melhor Filme Estrangeiro

Contato:
Daniela Rewald – (11) 9904-2413 / danirewald@yahoo.com.br
Rubens Rewald – (11) 9912-8600 / rrewald@uol.com.br

Trailer

Fotos
Corpo

Corpo

h1

Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal

maio 21, 2008

DVD Indiana Jones e o Reino da Caveira de CristalTítulo Original: Indiana Jones and the Kingdom of the Crystal Skull
Direção: Steven Spilberg
Distribuidora: Paramount Pictures / UIP
Estúdios: Paramount Pictures / Lucasfilm / Santo Domingo Film & Music Video / Amblin Entertainment
Site Oficial: www.indianajones.com
Estréia: 22 de Maio de 2008
Elenco: Shia LaBeouf, Harrison Ford, Cate Blanchett, John Hurt, Ray Winstone, Karen Allen e Jim Broadbent
EUA, 2008, Aventura, 124 min

Sinopse: A mais nova aventura tem início no ermo sudoeste dos EUA em 1957 – auge da Guerra Fria -, quando Indy e seu aliado Mac escapam por pouco de uma complicação com perversos agentes soviéticos em uma remota base aérea.
Agora, o professor Jones está de volta a seu lar, a Universidade Marshall – apenas para descobrir que as coisas vão de mal a pior. Seu amigo íntimo e reitor da universidade explica que as atividades recentes de Indy fizeram dele objeto de desconfiança, e que o governo está pressionando a instituição para demiti-lo. Ao deixar a cidade, Indiana encontra o rebelde jovem Mutt, que traz, além de desgosto, uma proposta para o arqueólogo aventureiro: se ajudá-lo em uma missão com implicações altamente pessoais, Indy pode fazer uma das mais espetaculares descobertas da história – a Caveira de Cristal de Akator, um lendário objeto de fascinação, superstição e medo.
Mas, quando Indy e Mutt partem para os cantos mais remotos do Peru – terra de tumbas ancestrais, exploradores esquecidos e uma suposta cidade de ouro -, logo percebem que não estão sozinhos na busca. Agentes soviéticos liderados pela fria e devastadoramente bela Irina Spalko também estão percorrendo o planeta atrás da Caveira de Cristal, que eles acreditam que possa ajudá-los a dominar o mundo… desde que desvendem os segredos do objeto.
Indy e Mutt precisam encontrar um meio de despistar os implacáveis soviéticos, seguir uma impenetrável trilha de mistério, lutar com inimigos e amigos de motivações duvidosas e, acima de tudo, impedir que a poderosa Caveira de Cristal caia em mãos fatais.

Curiosidades:
– O filme começará 10 anos após ‘A Última Cruzada’, se passando na década de 50.
– O roteiro final tem a mão de David Koepp, conhecido por grandes filmes como ‘Homem-Aranha’ e ‘Jurassic Park’.
– Foram contratados atores russos para interpretarem os soldados russos vistos em cena, de forma que o sotaque deles fosse original.
– Precedido por ‘Os Caçadores da Arca Perdida’ (1981), ‘Indiana Jones e o Templo da Perdição’ (1984) e ‘Indiana Jones e a Última Cruzada’ (1989).
– As filmagens ocorreram entre 18 de junho e 11 de outubro de 2007.
– O orçamento de ‘Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal’ foi de US$ 125 milhões.

Trailer

Fotos
Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal

Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal

Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal

Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal

h1

Cloverfield – Monstro

fevereiro 12, 2008

DVD Cloverfield - MonstroTítulo Original: Cloverfield
Direção: Matt Reeves
Distribuidora: Paramount Pictures
Site Oficial: www.cloverfieldmovie.com
Estréia: 08 de Fevereiro de 2008
Censura: 12 anos
Elenco: Michael Stahl-David, Lizzy Kaplan, Mike Vogel, Odet Jasmin, Jessica Lucas
EUA, 2008, Ação, 85 min

Sinopse: Cinco jovens nova-iorquinos fazem uma festa de despedida para um amigo na noite em que um monstro do tamanho de um arranha-céu ataca a cidade. O filme, narrado a partir da câmera de vídeo dos rapazes, é a prova da sua tentativa de sobreviver ao evento mais surreal e horripilante de suas vidas.

Curiosidade:
- O filme ganhou títulos como ‘Monstrous’, ‘Cheese’ e ‘Colossus’, antes de ser definido o título final.

Fotos
Cloverfield - Monstro

Cloverfield - Monstro

Cloverfield - Monstro

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.